Como saber se um curso é reconhecido pelo MEC





Independentemente de você fazer um curso superior ou técnico, é fundamental que ele seja devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), do contrário o seu diploma será invalidado.

Em meio a grande concorrência do mercado profissional, cada vez mais é necessário se qualificar para conquistar o emprego do seu interesse. Independentemente de você fazer um curso superior ou técnico, é fundamental que ele seja devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), do contrário o seu diploma será invalidado.

Já pensou o quão frustrante seria investir tempo em dinheiro na sua formação e posteriormente descobrir que o seu esforço na valeu nada? Quer evitar esse tipo de cilada? Confira, a seguir, como saber se um curso realmente foi avaliado e reconhecido pelo MEC!




O que é o reconhecimento do MEC?

De forma resumida, pode-se dizer que o reconhecimento às instituições de ensino de nível superior é uma das maneiras de manter o controle de qualidade da oferta de cursos universitários no Brasil, que tem crescido consideravelmente nos últimos anos.

Não é qualquer empresa que pode abrir as portas, começar a dar aulas na modalidade de faculdade e conceder diplomas. Para isso, é essencial obedecer a todas as regras determinadas pelo MEC. Tais exigências são bem amplas e incluem desde a estrutura física da instituição até o currículo dos professores contratados para lecionar.


A primeira coisa que a faculdade tem que fazer para funcionar dentro da lei é se credenciar no MEC. Após esse procedimento, é preciso obter a autorização do mesmo órgão para criar e oferecer os seus cursos. Para fazer essa concessão, são analisados os seguintes critérios:

  • corpo docente;
  • instalações físicas;
  • organização didático-pedagógica;
  • corpo técnico-administrativo.

Apenas depois dessa autorização é que a faculdade está liberada para abrir processos seletivos para captar alunos e formar as suas turmas.

Depois de dois ou três anos em que os cursos são iniciados, a instituição pode solicitar o reconhecimento dos mesmos. Nessa situação, o MEC designa uma comissão para visitar o local e avaliar diversos quesitos, como estrutura física, professores e conteúdo pedagógico. Dependendo do parecer que é dado por essa comissão, o órgão poderá ou não reconhecer a graduação, podendo ainda solicitar eventuais ajustes com prazo para nova visita.

As notas concedidas pelo MEC vão de 0 a 5, sendo a partir da nota 3 o curso é considerado regular e de 4 a 5 é bom. As melhores faculdades passam pelo credenciamento, autorização e reconhecimento. Se um curso está apenas autorizado, isso quer dizer que foi criado recentemente ainda vai passar pelo processo de reconhecimento.

Qual a importância de fazer um curso reconhecido pelo MEC?

Um diploma de nível superior somente tem validade para ser apresentado no mercado de trabalho se for emitido por um curso que é reconhecido pelo MEC. O reconhecimento dado por essa instituição traz a certeza que a sua graduação é válida por todo o país e abrirá portas na sua área de atuação.

Afinal, com um diploma reconhecido você tem a possibilidade de registrar-se no Conselho Regional da sua profissão, que é condição obrigatória para exercer algumas atividades, como Engenharia, Farmácia e Medicina. Além disso, você também estará apto a participar de concursos públicos que solicitem o ensino superior.

Como verificar se o curso é reconhecido pelo MEC?

Essa consulta pode ser feita forma simples e rápida de duas formas. Primeiramente, você pode acessar o próprio site da faculdade, abrir o link do curso do seu interesse e checar se está reconhecida e qual é a nota concedida.

Para fazer uma consulta mais segura, você pode entrar no site e-MEC, clicar em cima da aba ‘’Consulta Avançada’’, onde pode selecionar a instituição de ensino e o curso que deseja visualizar. Nos campos solicitados, forneça o nome da faculdade ou universidade, o seu estado e município. Digite o código de verificação e pressione ‘’Pesquisar’’.

Atente-se para o fato de que os cursos com nota de 3 a 5 podem ser considerados satisfatórios, enquanto aqueles que recebem nota de 1 a 2 não atendem a todos os critérios estipulados pelo MEC.

Por Simone de Paula Leal

Reconhecido pelo MEC



Post Comment