IFMS oferece vagas em cursos técnicos



Instituto oferece vagas em cursos nas áreas de informática, eletrotécnica e edificações.

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) está disponibilizando 220 oportunidades em 4 cursos técnicos associados com o ensino médio. As inscrições serão abertas a partir do dia 16 de junho de 2015. As aulas irão começar no mês de agosto de 2015.

Do total das vagas, 80 são destinadas para a área de informática e 80 para o ramo de eletrotécnica, os quais serão ministrados na cidade de Campo Grande. Para matricular-se nestes cursos é necessário ter certificado de conclusão do nível básico de escolaridade.



No município de Jardim estão sendo disponibilizadas 30 oportunidades no curso de suporte e manutenção em informática e 30 no curso de edificações. Estes cursos serão ministrados no modo de Educação de Jovens e Adultos (Proeja). Para realizar a matrícula é exigido que os interessados tenham uma idade acima de 18 anos e nível básico de escolaridade.

As pessoas interessadas em um destes cursos mencionados acima devem fazer a inscrição gratuitamente no portal: www.ifms.edu.br/centraldeselecao. O prazo das inscrições será encerrado no dia 24 de junho de 2015. No momento da inscrição é exigido que os candidatos informem o número do documento de CPF.

Os candidatos serão selecionados através de um sorteio aberto a todos, que sucederá no dia 30 de junho. O resultado da classificação dos candidatos será anunciado neste dia do sorteio. A matrícula dos candidatos que forem escolhidos será realizada nos dias 6 e 7 de julho.



Os cursos serão ministrados por um período de 3 anos e meio, sendo incluso as atividades de estágio, ou terão uma duração de 3 anos se forem cursos do Proeja. No modo integrado, os alunos irão estudar no ensino médio e ao mesmo tempo, ter uma formação profissionalizante.

Serão priorizadas algumas vagas para pessoas que tenham concluído o nível básico de escolaridade em uma instituição pública. Para participar desta opção de cotista é necessário que os candidatos comprovem que a renda familiar mensal é abaixo de 1 salário mínimo. Esta modalidade de cotista precisa ser registrada no momento da inscrição.

Por Felipe Couto de Oliveira



Post Comment