Dicas de como negociar um aumento de salário



Temos consciência que os preços no mercado subiram, desde os produtos necessários para viver, como arroz e feijão, até o lazer, como cinema, teatro, entre outros. Tirando os outros serviços básicos como a educação (já que a maioria das pessoas opta por pagar uma escola particular para seu filho) e saúde (convênios médicos).

Tudo isso está ficando um tanto caro e, muitas das vezes, trabalhamos para trocar figurinhas (ganhar o dinheiro que necessitamos para sobreviver durante o mês), então, a partir disso começa a surgir uma necessidade de aumento de salário.



Isso se torna uma coisa viável quando se tem um chefe flexível e que entende a necessidade do seu empregado, para isso, uma boa conversa, dizendo como está difícil passar o mês, que seria necessário ganhar um pouco mais, até mesmo para manter sua saúde mental, é uma boa ideia.

Só tome cuidado com os valores, não jogue um número muito alto, como por exempo: se você recebe cerca de R$ 2.000 mil por mês, tente começar negociando para R$ 2.500 mil, mais ou menos.



Faça uma oferta que vá mostrar a necessidade daquele dinheiro para o seu mês, seu dia-a-dia, e mostre para o chefe o quão difícil a situação está, que um empregado relaxado, no sentido de despreocupado com a falta de dinheiro acaba por render mais, já que não tem aquela pressão negativa. E que um empregado bem fisícamente e espiritualmente acaba por beneficiar toda a empresa. Mostre pra ele que ele também possui o interesse de aumentar o salário para o bem da empresa, que todos sairão ganhando com isso e ele ira ceder.

Porém, os chefes mais "cabeça dura" são um pouco mais complicados de conversar (numa forma geral), então, para eles é melhor você ir aos poucos demonstrando, quando tiver oportunidade, que quer um aumento, mesmo que insignificante. Com o passar do tempo, esse tal pouco aumento pode se tornar um bom valor na sua conta.

Por Mariana Caetano

Post Anterior

Não há mais posts

Próximo Post

Não há mais posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *