Graduação, Curso Tecnológico e Técnico – Diferenças e Características

  

Confira as principais diferenças e características de Graduação, Curso Tecnológico e Técnico.

Quando se termina o Ensino Médio, bate aquela dúvida de qual carreira seguir e modalidade investir. Afinal, a continuidade dos estudos aumenta as chances de conseguir um bom emprego. Nesse sentido, várias instituições oferecem opções educacionais para todos os interesses. Pensando nisso, você sabe a diferença entre graduação, curso tecnológico e técnico? Confira as principais características de cada uma!

Graduação:

A graduação tem duração de três a cinco anos e oferece uma abordagem mais ampla. Seu formato de ensino não é pensado especificamente para atuação imediata no mercado de trabalho. Por isso, muitas vezes, une aspectos científicos (pesquisa) e práticos. Esses cursos são divididos em três grandes áreas: Humanas, Exatas e Biológicas.

Nesse caso, eles podem ser de bacharelado e/ou licenciatura. O primeiro volta-se para segmentos diversos, como ocorre nas profissões de administrador, médico, jornalista, etc. Já o segundo, tem foco em educação, formando professores para os Ensinos Infantil, Fundamental e Médio, além de cursos livres.

Superior em tecnologia:

O curso superior em tecnologia funciona como uma espécie de graduação mais compacta. Sua duração é de, em média, dois a três anos. Engloba aspectos do Ensino Superior, mas em um sentido mais específico, de acordo com necessidades da sociedade. Por esse motivo, é muito interessante para quem deseja entrar mais rápido no mercado de trabalho com diploma de graduação. A modalidade também oferece atuação direta e especializada. São exemplos desse tipo de curso: Marketing, Processos Gerenciais e Gestão de Recursos Humanos.

Curso técnico:

O curso técnico tem duração de dois anos e pode ser feito de três maneiras:

1) Juntamente com o Ensino Médio em uma escola especializada.




2) Paralelo ao Ensino Médio em instituições e turnos diferentes.

3) Após o término do Ensino Médio.

É uma formação voltada para entrada imediata no mercado de trabalho e não oferece diploma de Ensino Superior. O profissional que opta por essa alternativa será preparado para trabalhar de modo mais operacional. Nesse sentido, dispõe de certa amplitude de áreas. No site do MEC (portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=41271-cnct-3-edicao-pdf&category_slug=maio-2016-pdf&Itemid=30192), é possível visualizar todos os cursos técnicos disponíveis no país.

Depois de compreender a diferença entre graduação, superior em tecnologia e curso técnico, ficará mais fácil encontrar qual caminho seguir. Para escolher uma dessas opções de ensino, é importante ter em mente que tipo de carreira quer seguir e quanto tempo deseja estudar. Procure pesquisar sobre cursos oferecidos e instituições de ensino. Também se lembre de que é muito importante optar por algo que tenha bastante afinidade.

Gostou deste artigo? Qual dessas modalidades de ensino pretender cursar?

Por Camilla Silva




Post Comment