Ensino estratégico: instrumentos de recompensa e valorização do estudante



  

Para estimular os estudantes a terem maior e melhor aprendizagem dos conteúdos didáticos ensinados, as entidades de ensino buscam incentivar os alunos na memorização (essencial para o aprendizado) de determinado conteúdo em troca de alguns benefícios.

A intenção é observar a eficácia da assimilação do conhecimento por meio de um sistema de recompensa, já que esse método estimula a motivação, fazendo com que o aluno tenha a compreensão do conteúdo ensinado e também veja sentido, valor e utilidade no que está aprendendo.




A nova estratégia de ensino, que é voltada para recompensar e valorizar o estudante que apresenta bons resultados de desempenho nas suas atividades, se propõe a oferecer vantagens extracurriculares como lazer, alimentos entre outras.

Incentivar com gratificações pode, de fato, aumentar a disposição para o aprendizado. É importante considerar que existem dois fatores para estimular a motivação do estudante, um interno e outro externo. O fator interno é quando o interesse pelo aprendizado é gerado pelo próprio conteúdo apresentado, e o externo são as recompensas e premiações oferecidas pelo desempenho nos estudos

No caso de pessoas mais velhas, o fator externo deve ser ainda mais utilizado, pelo fato do poder natural de aprendizado desses alunos estar reduzido e ser preciso mais estímulos de motivação. Porém, esse método de ensino ainda não é considerado fácil de ser estabelecido por conta de haver uma diferença no tempo de amadurecimento, desenvolvimento, ritmo de aprendizagem e interesses de cada aluno. Portanto, mais importante do que olhar para todos, é olhar também para cada um, individualmente.




Post Comment